Cirurgia plástica intima, porque fazer

Nosso papo de hoje é sobre um assunto que incomoda muitas mulheres, porém, poucas têm coragem de falar sobre o tamanho dos lábios vaginais. Algumas já se deram conta desse problema e já fizeram a cirurgia plástica íntima ou rejuvenescimento vaginal.

Por incrível que pareça a cirurgia plástica íntima é bem simples e utiliza sedação e anestesia local dependendo da paciente. E o pós-operatório é tranquilo. Claro que todo procedimento cirúrgico tem riscos e por isso um bom profissional é de suma importância.

Muitas mulheres sentem-se desconfortáveis com o tamanho dos lábios vaginais. Algumas evitam usar roupas que marquem mais a área pélvica ou biquíni. E em casos extremos, não ficam nuas na frente do parceiro. Sem contar que sentem desconforto e dores durante as relações sexuais.Nesses casos a cirurgia plástica íntima é indicado.

A assepsia também fica comprometida em alguns casos. E o surgimento de infecções é grande para as mulheres que possuem os lábios muito grandes.

Com o passar dos anos, a vagina, como todo nosso corpo, acaba ficando flácida, e isso aumenta ainda mais o problema. Com a chegada da menopausa, acentua bastante. Quantos problemas nós mulheres temos que superar para continuarmos lindas e com a autoestima lá em cima!

casal feliz

Praticas que podem ajudar

A prática do Pompoarismo também é muito indicada para evitar a flacidez e vários outros problemas que podem ocorrer com a idade. Mas em caso de hipertrofia vaginal (lábios muito grandes), o seu médico pode indicar a cirurgia plástica íntima, ou ninfoplastia.

E o sexo como fica? Tenho certeza que essa pergunta está na ponta da sua língua. Os especialistas afirmam que a sensibilidade não é comprometida. E segundo as pacientes que fizeram, confirmam que houve um aumento significativo da sensibilidade e melhora do orgasmo após a cirurgia plástica íntima.

Os homens também passam por problemas estéticos do seu órgão, mas ele pode ser contornado facilmente com cremes penianos (https://tratandoimpotencia.pro/como-aumentar-o-pau-creme-macho-man/) e em alguns casos, também cirurgias no pênis.

A intenção desse nosso assunto, além de passar informações de qualidade é encorajar as meninas que passam por esse problema. Simplesmente fingir que não existe o problema e ficar jogando para debaixo do tapete não é a solução.

Por isso resolvi escrever sobre esse tema para quebrar o tabu e trazer o assunto à baila para que possamos trocar opiniões que possam ajudar as meninas que estão pensando em fazer a cirurgia plástica íntima.

O mais importante é sentir-se bem, e claro, perder a vergonha e o medo. E lembra-las que elas não estão sozinhas. Li uma matéria interessante de mulheres que fizeram a cirurgia plástica íntima e mudaram suas vidas. Quem sabe esses depoimentos ajudem naquele famoso empurrãozinho?

Comentário (1)

  • Ciência e saúde em pauta| junho 7, 2018

    […] até mesmo nossas atividades diárias. Como resultado, você deve estar ciente de que a sua pele e tratamento de beleza deve ser flexível o suficiente para mudar a fim de se adaptar às necessidades da sua […]

  • Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *