Agrárias




Eleições 2011: Roselane vence Paraná e será a nova reitora da UFSC

 

A professora Roselane Neckel, do Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFH), será a nova reitora da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) nos próximos 4 anos. Com 52,47% dos votos, a candidata da chapa 5 venceu o professor Carlos Alberto Justo da Silva, o Paraná, e agora será a responsável por administrar a universidade entre 2012 e 2016.

 

Roselane, que assume em 10 de maio do próximo ano, após um período de transição entre as duas administrações, terá como vice-reitora a professora Lúcia Helena Martins Pacheco, do Centro Tecnológico (CTC).

 

Roselane Neckel será a primeira mulher a dirigir a UFSC desde a sua criação, em 1960. Até maio de 2012, o reitor Alvaro Toubes Prata e o vice Carlos Alberto Justo da Silva continuarão à frente dos destinos da instituição.

 

Ainda antes do segundo turno, que deu a vitória para Roselane, a equipe de jornalistas do Ciência em Pauta falou com a candidata sobre questões relacionadas à área da pesquisa na UFSC. Confira a reportagem especial do Ciência em Pauta e saiba o que a futura reitora da UFSC pensa das pesquisas na nossa universidade.

 


Projeto incentiva cultivo de plantas medicinais

O assentamento Domingos Carvalho, localizado a 30 quilômetros  do município de Rio Negrinho, no norte de Santa Catarina, foi criado em 1999 e abriga oficialmente 30 famílias, de acordo com dados de 2008 do INCRA. Outras 12 vivem nas instalações como parentes e agregados. Das 30 famílias assentadas, 25 dependem de trabalhos externos, como diaristas em roças de fumo, para completar a renda, que varia de R$ 200,00 a R$ 1.600,00. O acesso precário à cultura, lazer, educação e saúde e dificuldades com o trabalho fazem  parte da população jovem deixar o local.

 

Do plantio à colheita: a trajetória do projeto

A ideia de incentivar o cultivo de plantas medicinais, aromáticas e condimentares (PMACs) partiu do MST, que procurou parcerias para o desenvolvimento de ações concretas na área. No ano de 2007, o projeto “Produção e industrialização de plantas medicinais, aromáticas e condimentares: resgate cultural, viabilidade técnica, econômica e comercial nas áreas de assentamento de reforma agrária da região norte de Santa Catarina” foi aprovado pelo CNPq.

 

 

 


Entrevista – Ricardo Kazama

Ricardo Kazama é professor adjunto do Departamento de Zootecnia e Desenvolvimento Rural da UFSC e vencedor do prêmio Octávio Domingues. Sua tese “Enterolactona e ácidos graxos poliinsaturados no leite de vacas alimentadas com casca de óleo e linhaça” foi considerada a melhor entre as defendidas em 2009. A premiação foi realizada durante a 47ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Zootecnia.

 

 

Depuradora torna consumo de ostras mais seguro

Há cinco anos, o pesquisador Carlos Rogério Poli, professor aposentado do Departamento de Aquicultura, desenvolveu a primeira depuradora de ostras do estado, com capacidade para 1.000 litros de água e 200 dúzias de ostras. Com o apoio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), o Laboratório de Virologia Aplicada da Universidade Federal de Santa Catarina está testando novas depuradoras com capacidade para 300 litros de água e 50 dúzias de ostras. A proposta é que as depuradoras sejam vendidas para restaurantes litorâneos e também para os que não ficam próximos da orla.